×
Siga nós
26 out

ESA-CE realizou 50º Preparatório para o Exercício da Advocacia com número recorde de inscritos

Entre os dias 18 e 22 de outubro, a Escola Superior de Advocacia do Ceará (ESA-CE) realizou a 50ª edição do Curso Preparatório para o Exercício da Advocacia. Já tradicional no calendário da instituição, o evento recebeu mais de 1000 inscrições e aconteceu em formato online, com transmissão pela plataforma da ESA-CE, possibilitando a participação de advogados e advogadas de todo o Estado. 

A programação contou com participação de importantes nomes da advocacia local e nacional, discutindo diversos temas como: prerrogativas para o Exercício da Advocacia; práticas em LGPD; aspectos práticos em compliance para advocacia; mediação de conflitos; técnicas de oratória para a advocacia inicial; e prática em Direito Empresarial. 

Na abertura do evento, o presidente da OAB-CE, Erinaldo Dantas, celebrou os números da ESA-CE e a participação de excelentes professores nas programação do Preparatório e dos demais eventos da Escola. “O curso foi pensado com essa visão panorâmica da advocacia, para os que ingressam na profissão. Através do conhecimento, transformamos a realidade das pessoas. Um dos destaques que temos ao longo dessa jornada é a ESA-CE, muito bem presidida pelo Pragmácio, que através de uma condução totalmente descentralizada, tem feito um show”, celebrou.

Dando início à programação, o defensor público Emerson Castelo Branco compartilhou experiências e falou sobre os primeiros procedimentos em delegacia e na denúncia. “Fico muito feliz porque a nova geração vem demonstração vocação, paixão, mas também a proatividade. A ideia é sempre muito importante, a criatividade, mas também é essencial a execução. Principalmente dentro desse novo mundo, com todo dia uma avalanche digital que nós temos, se vê um recurso novo, uma porta nova, que é muito importante para quem exerce a defesa criminal, que não é a mesma exercida há 10 anos, há 20 anos”, iniciou. 

O presidente da ESA-CE, Eduardo Pragmácio Filho, também foi um dos palestrantes do evento, abordando a temática “práticas na advocacia trabalhista”. “A advocacia trabalhista muitas vezes é a porta de entrada para o mercado de trabalho, porque há um volume muito grande de ações e porque é uma justiça de fácil acesso. Os clientes são mais fáceis, as demandas corriqueiras, os processos andam mais rápido. Mas a primeira coisa que a gente precisa ter em mente é o cuidado que a gente precisa ter ao firmar um contrato com essa clientela e sobretudo com a procuração que o nosso cliente vai nos dar poderes”, pontuou o presidente.

Já na seara da ética e publicidade na advocacia, o advogado e palestrante, Marco Antônio Araújo, pontuou as principais novidades sobre o assunto. “Passamos por uma modificação tecnológica muito grande nos últimos anos, em especial nesse período em que vivemos a pandemia, onde não eram possíveis as relações pessoais como aconteciam antes e o networking da advocacia ficou restrito,  as redes sociais foram bastante utilizadas. Tanto para difundir conhecimentos, informações, como para fazer a divulgação do trabalho do advogado. Isso fez com que um tema que já era relevante para o Conselho Federal da OAB pudesse ter sua discussão acelerada”, contextualizou.

Participaram ainda os advogados Márcio Vitor Albuquerque, Camila Lobo, Leone Pereira, Jana Brito, Ana Paula Araújo, Cícero Eduardo e Giovani Magalhães. Divididas entre os cinco dias de evento, cada palestra contribuía para que os participantes alcançassem o mínimo de 75% de presença que possibilitou descontos na anuidade 2022 da OAB-CE para os 1000 primeiros inscritos. 

× Como posso te ajudar?