O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil realiza a II Conferência Nacional da Mulher Advogada, em Belo Horizonte - MG. O evento começou nesta segunda-feira (28) e segue até hoje (29), com o tema central "Democracia e Gênero", que visa discutir questões relacionadas ao empoderamento feminino na profissão. A diretora executiva adjunta da Escola Superior da Advocacia do Ceará (ESA-CE), Ana Karine Moreira, representa a seccional cearense. Na foto, o presidente da OAB Nacional, Claudio Lamachia, entre a presidente da Comissão da Mulher Advogada do Conselho Federal, Eduarda Mourão (à esquerda), e Ana Karine.
 
A conferência foi aberta pela presidente da OAB de Alagoas e presidente de honra da Comissão da Mulher Advogada do Conselho Federal, Fernanda Marinela. Em sua fala, Fernanda fez uma retrospectiva da atuação feminina no mundo jurídico e frisou que a luta pelo espaço feminino deve continuar: “Mulher advogada sua responsabilidade é enorme nesse momento da história. Vamos reconstruir um país sem a máxima de resolver problemas novos com soluções velhas. Precisamos do país que sonhamos e sabemos que temos muito a avançar, mas se não for para realizar é melhor nem sonhar. Se estamos aqui, hoje, é porque muitas antes de nós lutaram muito. Assim vamos avançar sempre e cada vez mais”, afirma.
 
O evento conta com painéis, mesas redondas e palestras. Todos eles voltados para a discussão da atuação feminina na profissão, diante dos novos desafios da advocacia contemporânea. Dentre os palestrantes, profissionais do mundo jurídico como Claudio Lamachia (Presidente Nacional da OAB) e Tânia Reckziegel (Desembargadora TRT) e especialistas em Direitos da Mulher, como Nadine Gasman (Representante do Escritório da ONU Mulheres no Brasil) e Fátima Pelaes (Secretária Especial de Políticas para as Mulheres do Governo Federal).
 
No primeiro dia os assuntos foram divididos em três painéis: Igualdade de Gênero e Empoderamento da Mulher; Mulheres na Política e o Novo Código de Processo Civil. Já nesta terça-feira (29), último dia do evento, três painéis encerram a conferência, são eles: A Proteção dos Direitos da Mulher e os Meios de Comunicação; Inovações e Gestão na Advocacia e Discriminação de Gênero e Violação de Prerrogativas no Exercício Profissional, esse último com o lançamento da cartilha “Retenção de Talentos Femininos nas Sociedades de Advogados”.
 
Outros representantes cearenses também participam do evento, como a vice-presidente da OAB Ceará, Roberta Vasques; a vice-presidente da Comissão da Mulher Advogada, Mônica Barroso; a conselheira federal Francilene Gomes e o conselheiro federal Valdetário Andrade Monteiro.